Google+ Followers

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Tristeza

A tristeza pode ajudar-nos a ter e fazer melhores decisões.
Muitas vezes, sofremos a dor emocional de modo que aprendemos a evitar certos comportamentos e a fazer melhores escolhas na nossa vida.
Quando algo não funciona para nós, ficamos propensos a tentar fazê-lo de forma diferente da próxima vez.
Apresento algumas maneiras de experimentar a tristeza normal de uma maneira saudável e permitir que esta emoção seja vantajosa na sua vida:

Permita-se estar ou ficar triste.
Negar tais sentimentos pode força-lo ao recalcamento, fazendo com que numa fase posterior a sua força se faça sentir provocando mais dano.
Chore se você sentir essa necessidade. Provavelmente, irá sentir alívio depois.
 
Se você se sentir triste, aceite estar triste durante algumas horas ou um dia.
Use a sua tristeza para fazer uma introspeção, decida ficar sozinho, ouvir música melancólico e observar os seus pensamentos e sentimentos.
Planejar um determinado tempo para expressar a sua infelicidade temporária, pode ajuda-lo a sair desse estado.
 
Pense no contexto em que emergem esses sentimentos de tristeza.
São relacionados a uma perda ou a um evento infeliz? Geralmente não é tão simples como descobrir a "causa" da tristeza, mas talvez seja possível compreender os fatores envolvidos.
 
A tristeza como resultado de uma mudança.
A tristeza pode ser resultado de uma mudança em que você não esperava, ou pode sinalizar a necessidade de uma mudança de sua vida.
A mudança geralmente é estressante, mas é necessário para o nosso crescimento.
Estar temporariamente triste não é depressão.
A depressão é diferente de tristeza.
 
Autor: Miguel Lucas, licenciado em Psicologia.

7 comentários:

  1. Ei Ana
    Afinal somos humanos, né, de vez em quando bate uma tristeza, às vezes até sem um motivo justificável.
    O importante é que ela não se prolongue, caso contrário, é urgente que se pesquise o motivo.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Nossa amiga querida, esse tema caiu como uma luva hoje.Sabe aqueles dias que acordamos triste sem saber porque,kkkk.Adorei o texto.Bjks Ana.
    Marcia Cristina

    ResponderExcluir
  3. Olá tudo bem? Hj vim fazer um convite para
    participar do sorteio de natal que o meu blog
    Cantinho Virtual da Rita está fazendo .
    Desejo sorte participe, bjuss e bom final de semana

    Abraços

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  4. Não gosto de tristezas , mas as vezes é inevitável!
    bjs

    ResponderExcluir
  5. eu sempre falo que tristeza e depressão são absolutamente diferentes, adorei o texto.

    ResponderExcluir
  6. Confunde-se muito o estar triste com depressão, sendo situações absolutamente diferentes.
    Estar ou ficar triste é normal e não há como negá-lo!
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!
Deixe aqui seu comentário ou entre em contato comigo pelo e-mail bragamaral@uol.com.br.
Agradeço, Ana Maria