Google+ Followers

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Quem é mais importante ?

Recebi este texto e achei interessante. Por isso não poderia deixar de repassar para vocês.
Na sua vida, quem é a pessoa mais importante?
Uns falam que a pessoa mais importante na vida delas é a mãe, outros dizem o pai, uns falam que é Deus, outros falam dos filhos.
A reposta certa a essa pergunta é: a pessoa mais importante do mundo na minha vida, sou eu mesmo! É isso ai, você é quem é a pessoa mais importante da sua vida. Nem mãe, nem pai, nem filhos, nem marido, ninguém, você deveria ser, na sua concepção, a pessoa mais importante.

Mas isso não é egoísmo? Não, isso é ter auto estima. Tudo em sua volta só tem sentido pra você, porque você existe. Se você não existir, não tem pai, mãe, filhos, marido, mulher, nada. E se você existir, mas não tiver saúde ou não estiver bem emocionalmente, também não vai poder aproveitar plenamente as pessoas e coisas ao seu redor. Você tem que estar bem para tudo fazer sentido.
Somos treinados para colocar outras pessoas em primeiro lugar e nos deixarmos em segundo plano, pra que os outros não fiquem frustrados, magoados, com raiva.
E o que isso significa? Deixar oportunidades para os outros, fazer coisas que não gostamos para agradar, ter ou deixar ter relacionamentos por conta da família, ficar numa profissão que não se deseja, se vestir de determinado modo, demonstrar dar valor a coisas que você na verdade não dá (para ser aceito), ter que pensar de forma parecida a tal pessoa, etc, etc, etc.
Agindo dessa forma, você é quem vai ficar frustrado, magoado e com raiva. E muitas vezes nem vai se dá conta disso. Vai vivendo a vida, achando as coisas mais ou menos, as vezes vai ficando depressivo sem saber a razão. É interessante observar que a gente vai agindo pela vontade de outras pessoas, sem sequer perceber. Nos sentimos responsáveis pela felicidade dos outros, quando cada um, na verdade, está buscando a sua própria. Por isso, o auto conhecimento que falei no texto anterior (Auto estima e auto conhecimento) é tão importante.
O interessante é que quando você se coloca em primeiro lugar, quando sua auto estima está mais elevada, você se torna uma pessoa muito mais interessante, melhor filho, melhor marido, melhor amigo.... Se sentir bem é tudo e jamais nos sentiremos bem se anulamos nossa vida em detrimento aos outros.

4 comentários:

  1. Que texto bacana e verdadeiro!! sabe, fiz aaanos de terapia para descobrir isso e é a pura verdade. Antes eu me preocupava com meu irmão, com o outro irmão, com o outro irmão, com meu sobrinho, minha mãe, meu pai, etc etc etc e vivia a vida deles, não a minha. Depois que passei a me enxergar, menina, minha vida mudou!!! não é egoísimo, não, mas este corpo e alma que temos tem que ser bem cuidado, né? afinal, é o único sobe o qual temos controle, concorda? PARABÉNS PELO TEXTO bjs

    ResponderExcluir
  2. É isso Ana, a gente só pode dar felicidade se for verdadeiramente feliz. O essencial na vida é a nossa própria realização, só podemos distribuir amor, carinho, dedicação, atençao se nos preocuparmos primeiro conosco. Se estamos vazios nada faz sentido.
    Você não está viajando???? Levou seu micro para postar coisas bonitas para suas seguidoras?

    Beijão.

    ResponderExcluir
  3. Olá Ana,

    Realmente, só damos o que temos...
    a Margarida Arteira disse bem,

    1000 Beijokinhas

    ResponderExcluir
  4. Ola,Ana.
    Que texto lindo,fez bem em dividi-lo conosco.E um presente para que reflitamos sobre nossas prioridades e nos coloquemos nos nossos devidos lugares,ou seja,bem la no alto.Nos,mulheres,estamos sempre dando mais atencao aos outros do que a nos mesmas.As vezes e bom ter um toque,como esse texto,para nos fazer lembrar de que somos importantes.
    Grande beijo.zenaide storino.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!
Deixe aqui seu comentário ou entre em contato comigo pelo e-mail bragamaral@uol.com.br.
Agradeço, Ana Maria