Google+ Followers

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Madrepérola.

Sempre gostei de objetos revestidos de madrepérola.
A paixão por este material vem de muito tempo. Basta citar que o missal, da minha 1ª comunhão, tem a capa em madrepérola.
Acreditem, ainda tenho guardado com o maior carinho.
Já postei aqui, uma mesinha, que tenho na minha sala, só com porta retratos emoldurados com madrepérola.

Como já é de conhecimento geral, a madrepérola reveste o interior de diversas conchas.
Madrepérola ou nácar é uma substância calcária, dura, brilhante, branca ou escura e iridescente produzida por diversos moluscos, especialmente os bivalves. São o principal componente das pérolas.

Como o nome diz: madrepérola significa "mãe das pérolas". Diz a lenda que a deusa afrodite nasceu numa concha de madrepérola criada pela espuma do mar. É o símbolo das bodas de 31 anos.

Assim como na pérola, a cor da madrepérola vai depender da cor do interior da ostra, se a ostra tem um interior rosado, a madrepérola será rosada, se for da cor creme, a madrepérola terá a cor creme, alguns tipos de madrepérola apresentam duas nuances, as vezes creme com nuances prateadas, ou creme com nuances rosadas.

Com ela, é possivel confeccionar diversas objetos: bijuterias, jarros, trincos, caixas, alfinetes, botões, etc.











5 comentários:

  1. Oi Ana, lindos esses objetos em madrepérola. A foto do missalzinho me fez lembrar que eu tenho um igual, que foi de minha avó paterna.
    Eu adoro o seu blog, as suas postagens são sempre lindas! Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Ana acho um luxo madrepérola, fiquei loucas pelas colheres. Vc sempre postando coisa interessante. bjs Malu

    ResponderExcluir
  3. oi Ana, adorei suas fotos e preciso muito de uma sugestão , meu namorado fára 30 anos de policial e pensei em algo confeccionado em madreperola, pode me ajudar?

    gde beijo

    Rosilda

    ResponderExcluir
  4. Ana Maria,eu também adoro peças de madrepérolas,gostaria de algumas dicas onde posso comprar. OBRIGADA.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!
Deixe aqui seu comentário ou entre em contato comigo pelo e-mail bragamaral@uol.com.br.
Agradeço, Ana Maria