Google+ Followers

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Jarro da Vovozinha

Sou um pouco saudosista. E vocês?

Tenho um jarro que foi da casa da minha avó materna, que faleceu há mais de 25anos.
Não tem nada de especial, nada de caro, nada de fino. É feito de louça comum, mas é um objeto que uso com muito carinho.

Numa foto, da minha 1ª Comunhão, (põe tempo nisso...), que foi comemorada na casa dela, já aparecia este jarro.

Além dele, tenho também guardado, como "relíquia", uma imagem de Santo Antônio com os olhinhos de vidro.

Ela se chamava Da. Adília.
Todos os netos e até minhas amigas chamávamos de Vovozinha.
Era uma pessoa muito bondosa e querida.
Faleceu com 92 anos. (acho, pois ela escondia a idade).

16 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Que engraçada a Vovozinha, escondendo a idade! SEmpre feminina!
    Também guardo várias recordações por puro valor sentimental.
    Boa semana, querida.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Eu também tenho uma lembrança da minha avó. Na verdade era da minha mãe, que foi da vovó e ficou pra mim.
    São laços que só o amor explica né?
    Esse vaso é lindo ♥
    Beijos
    http://mhilkadiniz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. A jarra é bonita e o valor sentimental não tem preço. Tenho algumas coisas da minha mãe que guardo com todo o carinho.

    Na Madeira ao milho chamamos maçarocas. É um acompanhamento bastante apreciado pelos madeirenses. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. Estas peças tem seu valor emocional muito maiores do que qualquer coisa...amo elas! esta sua peça é belíssima! beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  7. Oi Ana,
    O vaso é lindo! Eu tb tenho uma relíquias de família que guardo com muito carinho.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Ei Ana
    O vaso é belíssimo, e valor sentimental não tem preço.
    Meu avô materno também escondia a idade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Amei ler essa história hoje.
    eu também sou muito saudosista
    amo relembrar e ter coisas que me remetem a isso.
    O vaso é lindo!
    Bjusss!

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho uma mesinha de centro que não me desfaço dela por nada, sou apegada, minha sogra me deu , meu marido já queria se livrar dela , mas não deixo, adorei este vaso , minha nona tinha assim.
    beijinhos

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Cara Ana Maria
    Agradeço de coração seu comentário delicado e amável deixado no bloginho.
    Um beijo, querida.

    ResponderExcluir
  12. Passei para uma visitinha.
    Adorei seus posts carinhosos e seu jeitinho de escrever.
    Sem falar das receitas... amo culinária a pesar de não saber nada direito, amo ler receitas e experimentar mesmo que não dê muito certo!...

    Beijinhos e tudo de bom!
    ❤ه° ·.

    ResponderExcluir
  13. Que lembrança mais linda Ana!!
    Coisa boa ter uma lembrança assim da sua vó e com muita história.
    lembro sempre da sala da minha avó materna, pequena cheia de calendarios pelas paredes, com muitos biscuits, pecinhas pequenas na mesinha de centro. Casa muito simples de gente da roça. Qdo eu era pequena não entendia os calendarios na parede, rs Mas eles tinham fotos lindas mesmo.

    bjus

    ResponderExcluir
  14. Voltei para deixar um
    beijo e cobrar sua presença,
    no meu blog.


    .

    ResponderExcluir
  15. Ana, que lindo esse vaso, também tenho um que guardo com carinho da minha vozinha materna que já faleceu. Obrigada por sua visita!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!
Deixe aqui seu comentário ou entre em contato comigo pelo e-mail bragamaral@uol.com.br.
Agradeço, Ana Maria