Google+ Followers

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Amor mau resolvido




"Olhe para um lugar onde tenha muita gente: uma praia num domingo de sol, uma estação de metrô, a rua principal do centro da cidade.

Metade deste povaréu sofre de dor de cotovelo.

Alguns trazem dores recentes, outros trazem uma dor de estima, mas o certo é que grande parte desses rostos anônimos tem um amor mal resolvido, uma paixão que não se evaporou completamente, mesmo que já estejam em outra relação.

Por que isso acontece?

Acho que as pessoas não gastam seu amor. Isso mesmo.

Os amores que ficam nos assombrando não foram amores consumidos até o fim.

Você sabe, o amor acaba. É mentira dizer que não.

Dor de Cotovelo é quando o amor é interrompido antes que se esgote. O amor tem que ser vivenciado. Platonismo funciona em novela, mas na vida real demanda muita energia, sem falar do tempo que ninguém tem para esperar. E tem que ser vivido em sua totalidade.

É preciso passar por todas as etapas:
atração-paixão-amor-convivência-amizade-tédio-fim.

Como já foi dito, este trajeto do amor pode ser percorrido em algumas semanas ou durar muitos anos, mas é importante que transcorra de ponta a ponta, senão sobra lugar para fantasias, idealizações, enfim, tudo aquilo que nos empaca a vida e nos impede de estarmos abertos para novos amores.

Se o amor foi interrompido sem ter atingido o fundo do pote, ficamos imaginando as múltiplas possibilidades de continuidade, tudo o que a gente poderia ter dito e não disse, feito e não fez.

Sinta todos os sabores que o amor tem, desde o adocicado do início até o amargo do fim, mas não saia da história na metade. Amores precisam dar a volta ao redor de si mesmo, fechando o próprio ciclo.

Isso é que libera a gente para Ser Feliz Novamente!!!"

Arnaldo Jabor.



17 comentários:

  1. Olá Ana

    Bela reflexão, mas acho que muitos interrompem processo por imaturidade e muitas vezes alguém tem que ceder, pois onde dois querem ter razão...
    Ótima 5º feira

    AMIGA da MODA by Kinha

    ResponderExcluir
  2. Dor de cotovelo ainda não tem remédio.

    ResponderExcluir
  3. Amar é sempre doloroso, mas é muito bom!
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Amei esse texto. Eu sempre tento viver o amor até o final. Não o largo na metade de jeito nenhum! Assim sei que vivi tudo que podia com aquele amor e posso seguir adiante.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  5. Querida Ana, que atire a primeira pedra quem nunca sentiu dor de cotovelo!
    Faz parte da vida, e admitir e superar as frustrações torna-nos melhores e mais fortes.
    Por aqui diz-se que o que não mata, engorda ... quando a gordura era formusura.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. acho que já estou na fase da amizade....
    dor de cotovelo dói muitooo! bj

    ResponderExcluir
  7. Ana Maria, Espero que eu nunca chegue no tédio e fim!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana
    Concordo plenamente com as ideias do Jabor sobre este tema.
    O amor precisa ser esgotado, temos que cumprir todas aquelas etapas, até o tédio faz parte, mas o importante é que consigamos dar a volta por cima e seguir com a relação até o fim.
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Boa noite... realmente o amor tem que ser consumido... o problema é quando acaba para um antes que acabe para o outro...

    ResponderExcluir
  10. Isso é tudo a mais pura verdade amiga. As vezes suportamos mais tempo para não entrarmos em conflito com os filhos. Amor eterno só de mãe para filhos e vice versa. Paciencia é a alma do négocio!!!!! hehehehe... Beijos e muita paz!

    ResponderExcluir
  11. OI Ana,
    Amei a crônica e, como vc, já passei por alguns ciclos, pois não gosto de ficar dando continuidade a algo que já acabou.
    Que vc tenha um ótimo final de semana.
    Bjs

    SORTEIO DE UMA CHAPINHA NO GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  12. Ameii seu blog já estou te seguindo!
    me siga tbm http://smaile-smile.blogspot.com.br/
    Bjooos!

    ResponderExcluir

  13. Tenha Tempo para os seus sonhos, eles conduzem sua carruagem para as estrelas.
    Tenha FÈ em DEUS!
    Tenha um excelente Domingo
    E não esqueça, SORRIA!!
    O sei sorriso pode alegrar a vida dos que te cercam!!
    É difícil compreender o rumo da vida em alguns momentos.
    Mas de uma coisa não se pode esquecer:Nada é a toa.
    Às vezes, o melhor parece ser o pior, e o certo aparenta ser errado,
    mas tudo faz parte, tudo contribui ao crescimento e tem um porquê.
    Viver vai muito além de explicações e
    ultrapassa todo e qualquer entendimento.
    Que Deus abençoe seu Domingo
    paz e luz.
    Beijos no coração e na Alma.
    Evanir.

    A vitória sobre o mundo é a nossa fé.
    1 João 5, 4c

    Ana esta tudo bem minha amiga??

    ResponderExcluir
  14. Amor é um bicho complicado mesmo, mas é danado de bom, tanto que não conseguimos viver sem, mas ai que ta a razão da vida, nada tem que ter um motivo certo, acho de tudo deve ser aproveitado ao máximo cada segundo!

    ResponderExcluir
  15. Sabias palavras!!!!!!
    Mas quando alguem entra numa relação, nem sempre se prepara para o fim, trágico ou não....
    E a viagem para os States, quando será???
    bs,

    ResponderExcluir
  16. Hoje em dia, as pessoas estão muito egoistas, este é o problema.

    ResponderExcluir
  17. Olá, ANA...quanto tempo!!!! Quanta saudades! belos textos, belas dicas, tanto a do coração quanto ao amor mal resolvido... meu cotovelo ainda dói, mesmo tendo seguido a vida, tendo encontrado uma pessoa que me ama MUITO, não esqueço um certo cearense de Apuiarés...voltei a escrever no meu blog, me visite... beijos, Penélope...
    maniasdapenelope.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!
Deixe aqui seu comentário ou entre em contato comigo pelo e-mail bragamaral@uol.com.br.
Agradeço, Ana Maria