Google+ Followers

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Pilates

Joseph Pilates, criador do método, era um homem extremamente inteligente e intuitivo.
Teve uma infância difícil e de grande debilidade física, mas ainda assim lutou pela sua sobrevivência.
Talvez por sua fragilidade, dedicou um esforço suplementar a melhorar a sua condição física.
Na sua juventude, Pilates estudou e especializou-se em musculação, mergulho, esqui e ginástica. Toda esta vivência o levou a criar seu método revolucionário.
Li que, Pilates dizia que, após as 10 primeiras aulas, o praticante sente que o corpo mudou; após 20 aulas, que as mudanças são visíveis; após 30 aulas as demais pessoas começam a notar as mudanças.
Estou há um ano, na aula de Pilates.
Como não gosto de academia, de jeito nenhum, foi no Pilates que "achei menos ruim", os exercícios.
São exercícios simples, mas com bons resultados. Pelo menos, eu já notei melhoras no meu corpo. Coisa que não acontecia quando fazia musculação.
O melhor de tudo é que a professora fica com, no máximo, 4 alunos.
O Pilates estimula a circulação, melhora o acondicionamento físico geral, a flexibilidade, a amplitude muscular e o alinhamento postural adequado.

3 comentários:

  1. Ana, então o Pilates é uma linha muito inteligente de movimentar o corpo. Já vi algo sobre essa ginástica, mas não sabia que fazia tanta diferença assim. Eu gosto de ginástica ( musculação / localizada) mas acho tb que são ,às vezes, enjoativas. Aqui o Pilates parece que é muito caro, mas depois do que vc citou , vou pesquisar melhor.
    Bjs marcia ( Itatiba - SP)

    ResponderExcluir
  2. Faço aulas de Pilates no Buddha Spa e em casa. A diferença não é só no corpo. É na mente também. Recomendo .bj

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto é de malhar. De carregar peso.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!
Deixe aqui seu comentário ou entre em contato comigo pelo e-mail bragamaral@uol.com.br.
Agradeço, Ana Maria