Google+ Followers

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Você tem paciência ?

Hoje recebi um e-mail com uma reflexão que me fez repensar o meu grau de paciência. Leia até o fim, vai fazer bem para a sua alma.

A aquisição mais difícil para nós todos chama-se paciência.
Ah! Se vendessem paciência nas farmácias e super mercados... Muita gente iria gastar boa parte do salário nessa mercadoria tão rara hoje em dia. Por muito pouco a madame que parece uma 'lady' solta palavrões e berros que lembram as antigas 'trabalhadoras do cais'... E o bem comportado executivo? O 'cavalheiro' se transforma numa 'besta selvagem' no trânsito que ele mesmo ajuda a tumultuar...
Os filhos atrapalham, os idosos incomodam, a voz da vizinha é um tormento, o jeito do chefe é demais para sua cabeça, a esposa virou uma chata, o marido uma 'mala sem alça'.
Aquela velha amiga uma 'alça sem mala', o emprego uma tortura, a escola uma chatice.
Outro dia, vi um jovem reclamando que o banco dele pela Internet estava demorando a dar o saldo, eu me lembrei da fila dos bancos e balancei a cabeça, inconformado...
Vi uma moça abrindo um e-mail com um texto maravilhoso e ela deletou sem sequer ler o título, dizendo que era longo demais.
Pobres de nós, pessoas sem paciência, sem tempo para a vida, sem tempo para Deus.
A paciência está em falta no mercado, e pelo jeito, a paciência sintética dos calmantes está cada vez mais em alta.
Pergunte para alguém, que você saiba que é 'ansioso demais' onde ele quer chegar?
Qual é a finalidade de sua vida?
Surpreenda-se com a falta de metas, com o vago de sua resposta. E você? Onde você quer chegar? Está correndo tanto para quê? Por quem? Seu coração vai aguentar?
Se você morrer hoje de enfarto agudo do miocárdio o mundo vai parar?

A empresa que você trabalha vai acabar?

As pessoas que você ama vão parar?

Será que você conseguiu ler até aqui?
Respire... Acalme-se...
O mundo está apenas na sua primeira volta e, com certeza, no final do dia vai completar o seu giro ao redor do sol, com ou sem a sua paciência....

7 comentários:

  1. Bom Dia Aninha,

    Realmente a confusão das cidades grandes, a agitação do dia a dia nos leva a sermos seres impacientes, estressados e ansiosos, não sabemos mesmo nem por que, mais somos, estou aqui desacelerando a minha vida e ganhando muito com isso, texto maravilhoso,
    Que possamos refletir e nos acalmar...

    Tenha um dia Feliz!!
    1000 Beijokinhas

    ResponderExcluir
  2. Só não tenho paciencia com gente burra e preguiçosa. E não quero ter. Quero continuar intolerante com isso. De resto, sou cuca fresca.

    ResponderExcluir
  3. Que delícia de blog! Li seu post até o fim e gostei muito! Ser paciente é realmente uma tarefa difícil muitas vezes. Mas estou aprendendo... cada dia um pouquinho...rsrss Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Paciência é a ciência da paz. Vc nem pode imaginar como eu a exercito todos os dias da minha vida. Nos momentos em que vou perdê-la,respiro fundo,e mantenho uma calma aparente para não cair no desequilíbrio. Valeu pelo post. !!!!

    ResponderExcluir
  5. ANA QUERIDA,
    PROCURO EXERCITAR A PACIÊNCIA DIARIAMENTE,E QUANDO ESTOU A BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVO SEMPRE PENSO QUE DIFERENÇA VAI FAZER ISSO DAQUI ALGUM TEMPO NA MINHA VIDA,SEMPRE MAS SEMPRE MESMO ACABO DESCOBRINDO QUE NÃO VALE A PENA SER IMPACIENTE.BEIJOCAS E UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA COM MUITA PACIÊNCIA

    ResponderExcluir
  6. Ana querida, paciência é mesmo um exercício diário. A gente, por falta dela, pressa e descaso tende a não usufruir de um monte de coisas boas. Gostei muito desse texto, copiei e mandei para umas pessoinhas que também acho que estão precisando lê-lo, vai fazer bem, assim como fez para mim. Beijos, seu cachecol está a caminho.

    ResponderExcluir
  7. Olá amiga

    Adorei as novas flores!

    Bjo

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!
Deixe aqui seu comentário ou entre em contato comigo pelo e-mail bragamaral@uol.com.br.
Agradeço, Ana Maria