Google+ Followers

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Dar um tempo para o amor




Mais um texto que li, gostei e estou repassando.
"Dar um tempo para o amor. Ou seja, se a relação não vai bem, muitas vezes precisamos baixar a ansiedade e esperar, até que a situação melhore; pois ela sempre melhora, de uma forma ou de outra!

Percebi que a “dúvida” não está em “dar um tempo”, mas em como conseguir fazer isso, em como suportar a espera. Realmente, é sempre muito difícil esperar. A paciência é o exercício da espera... um grande e penoso aprendizado para nós, seres humanos.
Mas, sabe, a verdade é que só há uma maneira de dar um tempo para o amor. É tirar o foco do outro e colocá-lo em você!
Isto é, existem momentos na vida em que, mais do que nunca, precisamos olhar para nós mesmos, nos concentrarmos em nossos próprios sentimentos, lançarmos mão de nossa coragem e perguntar ao nosso coração o que realmente queremos, do que realmente gostamos e o que realmente estamos fazendo com nossas vidas...

Geralmente, quando estamos num relacionamento, costumamos nos concentrar no outro quase que totalmente, seja nas características boas, seja nas ruins.

Sugiro que diante da desilusão, diante da crise que vai se instalando dia-a-dia numa relação de amor, você se concentre em si mesmo.
Todos nós, algum dia em nossas vidas, já quisemos mudar a pessoa amada. Já desejamos que ela fosse diferente, que agisse de outra maneira, que nos dissesse outras palavras e talvez até sentisse outros sentimentos. 


É assim: descobrimos a “duras penas” que não podemos “melhorar” o outro porque já temos dificuldade e trabalho o suficiente para melhorarmos a nós mesmos. Mas nem sempre nos damos conta de que a melhora pede conhecimento, dedicação e coragem.


Só poderemos sair da dor quando soubermos exatamente onde está nossa ferida. Sim, porque o outro não tem o poder de nos fazer sofrer se, antes, nós mesmos não tivermos criado uma ferida para que, ao ser tocada, sintamos dor... 
Esteja certo de que, uma vez detectadas as suas feridas, você saberá como curá-las. Saberá ainda que é exatamente esse o tempo que a gente dá para a relação. Um tempo para nós mesmos, para nossas dores, para nossa cura... Para nossa evolução!
E de tempo em tempo, de dor em dor, estaremos cada vez mais prontos para viver o amor..."

Por: Rosana Braga - rosanabraga@vidanova.com

11 comentários:

  1. Oláaaa Ana

    Acho que esta reflexão vale não só para a vida amorosa, mas para todo o resto em nossas vidas.

    AMIGA DA MODA by Kinha

    ResponderExcluir
  2. Alguma coisas valem. Outras nao faz parte de meu jeito de ser.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana,
    Adorei o texto. Pensei que fosse da Marta Medeiros, pois tem o jeitão das coisas que ela escreve.
    Pois é! Já vai para 3 anos que estamos por aqui!!! Se isto não é amizade, então o que será que é?
    Beijos 1000, tenha um ótimo restinho de semana.

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  4. Olá adorei o texto, isso é complicado muito por que as vezes amiga temos que anular alguma coisa por essa tal felicidade que esperamos encontrar em alguém e as vezes não é esse alguém, como diz a música do Paulo Ricardo, as coisas mudam de lugar e assim por diante bjsssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana
    Concordo, muitas vezes o relacionamento amoroso não anda bem, é melhor dar um tempo pra nós mesmas e para nosso parceiro, marido, namorado.
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Ana

    Um ótimo final de semana para vc.

    AMIGA DA MODA by Kinha

    ResponderExcluir
  7. Que fantástico esse texto!
    É de muita sabedoria!
    Vou analisar direitinho, porque merece muito, e eu mereço evoluir, não é assim?! :)
    Beijo, amiga!
    Bom fds!

    http://tengavolantes.blogspot.com.br
    http://tengacreencia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana Maria
    Muito obrigada pelo comentário delicado deixado no bloguinho
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Oi Ana,

    Nossa que texto mais lindo!
    E concordo plenamente.
    Deu ate um estimulo pra mim, adorei.

    Beijos, bom sabado.

    ResponderExcluir
  10. Oi Ana,
    O texto é lindo!!!!
    Obrigada por partilhar conosco...
    abs,

    ResponderExcluir
  11. Oi Ana!! Perfeito o texto, realmente não podemos mudar o outro, acho que precisamos nos voltar mais para nós e nossos sentimentos e saber realmente o que queremos!! Abraços e tenha uma boa semana. Sandra

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!
Deixe aqui seu comentário ou entre em contato comigo pelo e-mail bragamaral@uol.com.br.
Agradeço, Ana Maria