Google+ Followers

sábado, 29 de junho de 2013

Sábado de chuva

Hoje, o sábado aqui na minha cidade, está assim: com muita chuva.
E para mim, tempinho assim,  só em casa, na minha cama vendo TV e ouvindo o barulho da chuva.
Quer coisa melhor?
Adoro!!!
 
Vejam fotos da janela do meu quarto.
 
 

quinta-feira, 27 de junho de 2013

O que faz este navio no alto de uma colina?

Na verdade não é um navio o que há no cume do promontório, senão que um hotel.
Um com um desenho muito original.
Seus proprietários assim decidiram para que realmente chamasse a atenção e, ao que parece, conseguiram.
O Sun Cruise Hotel encontra-se em Gangneung, uma cidade situada na costa oriental da Coréia do Sul.Pois se você for uma daquelas pessoas que mareia em navio, mas adora desfrutar das instalações de um já sabe onde pode passar as suas próximas férias.
As diárias variam de 150 (quarto simples) a 2.000 reais (suíte presidencial) com direito a café da manhã.
 
 


 
 
 
 
 

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Mesa da cozinha

Na reforma que fiz na cozinha, ficou faltando a mesinha,  se é que podemos chamar de mesa.
É mais um apoio, mas foi o espaço que sobrou.
Até que enfim, recebi. É toda de vidros e aço.
Pelas fotos vocês terão uma idéia melhor de como ficou.
Vejas as fotos do "antes" e "depois"

Estava assim.
 
Depois ficou assim.
 
 
Agora, só ficará faltando a cadeira, que breve providenciarei.


quinta-feira, 20 de junho de 2013

A Idade e a mudança


Mais um texto que li e gostei. Serve como reflexão.
 
A Idade e a mudança Lya Luft



 
 


 
"Mês passado participei de um evento sobre as mulheres no mundo contemporâneo.

Era um bate-papo com uma platéia composta de umas 250 mulheres  de todas as raças, credos e idades.
E por falar em idade, lá pelas tantas, fui questionada sobre a minha e, como não me envergonho dela, respondi.

Foi um momento inesquecível...  

A platéia inteira fez um 'oooohh' de descrédito.

Aí fiquei pensando: 'pô, estou neste auditório há quase uma hora exibindo minha inteligência, e a única coisa que provocou uma reação calorosa da mulherada foi o fato de eu não aparentar a idade que tenho? Onde é que nós estamos?'
 
Onde, não sei, mas estamos correndo atrás de algo caquético chamado 'juventude eterna'.
Estão todos em busca da reversão do tempo.

 Acho ótimo, porque decrepitude também não é meu sonho de consumo, mas cirurgias estéticas não dão conta desse assunto sozinhas.

Há um outro truque que faz com que continuemos a ser chamadas de senhoritas, mesmo em idade avançada.
A fonte da juventude chama-se 'mudança'.

De fato, quem é escravo da repetição está condenado
a virar cadáver antes da hora.

A única maneira de ser idoso sem envelhecer é não se opor a novos comportamentos, é ter disposição para guinadas.

Eu pretendo morrer jovem aos 120 anos.

Mudança, o que vem a ser tal coisa?

Minha mãe recentemente mudou do apartamento enorme em que morou a vida toda para um bem menorzinho.

Teve que vender e doar mais da metade dos móveis e tranqueiras, que havia guardado e,  mesmo tendo feito isso com certa dor, ao conquistar uma vida mais compacta e simplificada, rejuvenesceu.
 

Uma amiga casada há 38 anos cansou das galinhagens do marido e o mandou passear, sem temer ficar sozinha aos 65 anos.
Rejuvenesceu.

Uma outra cansou da pauleira urbana e trocou um baita emprego por um não tão bom, só que em Florianópolis, onde ela vai à praia sempre que tem sol.
Rejuvenesceu.

Toda mudança cobra um alto preço emocional.

Antes de se tomar uma decisão difícil, e durante a tomada, chora-se muito, os questionamentos são inúmeros, a vida se desestabiliza.

Mas então chega o depois, a coisa feita, e aí a recompensa fica escancarada na face.

Mudanças fazem milagres por nossos olhos, e é no olhar que se percebe a tal juventude eterna.

Um olhar opaco pode ser puxado e repuxado por um cirurgião a ponto de as rugas sumirem, só que continuará opaco porque não existe plástica que resgate seu brilho.

Quem dá brilho ao olhar é a vida que a gente optou por levar.
 Olhe-se no espelho..."
 

 
 

 

 

 


Autora: Lya Luft - escritora, tradutora e poetisa.Ela está com 74 anos.  






segunda-feira, 17 de junho de 2013

Ponto de cruz

Tenho um conjunto de toalhas que amo de paixão.
Mas, o que me encanta mesmo é o bordado em ponto de cruz.
Acho uma perfeição. Parece uma pintura.
Tanto o lado direito como o avesso, são impecáveis.
Não sei quem foi a artista deste trabalho tão lindo.
Veja se tenho ou não razão?
Abaixo, o lado avesso
 

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Buquês de broches

Assisti ao programa da minha xará, Ana Maria Braga, onde uma moça ensinou a fazer buquês de noivas com broches.
Achei a ideia maravilhosa e o resultado é surpreendente.
Pode-se também misturar as peças com flores naturais ou não.
O melhor é que depois, pode-se guardar como recordação, sem perder a beleza.
Os buquês de broches são simplesmente apaixonantes.
Seu brilho realça a beleza e alegria da noiva diante de um momento tão único e especial.
É uma combinação perfeita para um dia perfeito!!!!



segunda-feira, 10 de junho de 2013

Casa arrumada

Casa arrumada é assim:
Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.
Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.
Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:
Aqui tem vida...
Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.
Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.
Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante, passaporte e vela de aniversário, tudo junto...
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos...
Netos, pros vizinhos...
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca ou namora a qualquer hora do dia.
Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.
Arrume a sua casa todos os dias...
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...
E reconhecer nela o seu lugar.    

- Carlos Drummond de Andrade -

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Que tinta Deus usou?

Fiquei encantada com o colorido destes pássaros.
E vocês?

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Banheiro concluído

Na reforma do banheiro social, só estava faltando o móvel, debaixo da pia, como falei num post anterior.
Hoje, o Louro, meu carpinteiro, de muitos anos, foi colocá-lo.
O modelo não é dos mais modernos, como a arquiteta sugeriu, mas é o que atende as minhas necessidades.
Preferi comprar uns puxadores mais românticos, de louça com florzinha no centro. Vejam.

 
 
Puxador