Google+ Followers

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Domingo cozinhando


Acredito que algumas pessoas que passam por aqui, sabem que não sou muito de cozinhar.
Só mesmo quando dá aquela vontade grande e geralmente, em final de semana.
No último domingo, bateu essa vontade, então fui preparar umas costelas suínas e um risoto para o almoço.
Coloquei temperos e vinho nas costelas, que preparei no forno.
O cheiro impregnou toda a casa.
Minha filha, que recebeu um convite para almoçar fora, preferiu ficar em casa só por conta do cheiro.
Modéstia a parte, o almoço ficou uma delicia.
Ainda bem que ainda restou um pouco, que levei para almoçar no trabalho, no dia seguinte.
Para quem tem tempo e gosta de cozinha, preparar uma alimentação é fácil, sem falar que se come muito melhor que em restaurantes.



segunda-feira, 18 de julho de 2016

Estamos envelhecendo!!

TEXTO (SÁBIO) DE UM GERIATRA

Estamos envelhecendo. Não nos preocupemos! De que adianta, é assim mesmo. Isso é um processo natural. É uma lei do Universo conhecida como a 2ª Lei da Termodinâmica ou Lei da Entropia. Essa lei diz que: “A energia de um corpo tende a se degenerar e com isso a desordem do sistema aumenta”.

Portanto, tudo que foi composto será decomposto, tudo que foi construído será destruído, tudo foi feito para acabar. Como fazemos parte do universo, essa lei também opera em nós. Com o tempo, os membros se enfraquecem, os sentidos se embotam. Sendo assim, relaxe e aproveite. Parafraseando Freud: “A morte é o alvo de tudo que vive”. Se você deixar o seu carro no alto de uma montanha, daqui a 10 anos ele estará todo carcomido. O mesmo acontece a nós. O conselho é: Viva. Faça apenas isso. Preocupe-se com um dia de cada vez. Como disse um dos meus amigos a sua esposa: “me use, estou acabando!”.

Hilário, porém realista ficar velho e cheio de rugas é natural. Não queira ser jovem novamente, você já foi. Pare de evocar lembranças de romances mortos, vai se ferir com a dor que a si próprio inflige. Já viveu essa fase, reconcilie-se com a sua situação e permita que o passado se torne passado. Esse é o pré-requisito da felicidade.


“O passado é lenha calcinada. O futuro é o tempo que nos resta: finito, porém incerto” como já dizia Cícero. Abra a beleza exuberante, da memória infalível, da ausência da barriguinha, da vasta cabeleira e do alto desempenho, pra não se tornar caricatura de si mesmo. Fazendo isso ganhará qualidade de vida. Querer reconquistar esse passado seria um retrocesso e o preço a ser pago será muito elevado. Serão muitas plásticas, muitos riscos e mesmo assim você verá que não ficou como outrora. A flor da idade ficou no pó da estrada. Então, para que se preocupar?! Guarda os bisturis e toca a vida.

Você sabe quem enche os consultórios dos cirurgiões plásticos? Os bonitos. Você nunca me verá por lá. Para o bonito, cada ruga que aparece é uma tragédia, para o feio ela é até bem-vinda, quem sabe pode melhorar, ele ainda alimenta uma esperança.

Os feios são mais felizes, mais despreocupados com a beleza, na verdade ela nunca lhes fez falta, utilizaram-se de outros atributos e recursos. Inclusive tem uns que melhoram na medida em que envelhecem. Para que se preocupar com as rugas, você demorou tanto para tê-las! Suas memórias estão salvas nelas.

Se não viveu na fase devida, o melhor a fazer é esquecer. A causa do sofrimento está no apego, está em querer que dure o que não foi feito para durar. É viver uma fase que não é mais sua. Tente controlar essas emoções destrutivas e os impulsos mais sombrios. Isso pode sufocar a vida e esvaziá-la de sentido. Não dê ouvidos a isso, temos a tentação de enfrentar crises sem o menor fundamento. Sua mente estará sempre em conflito se ela se sentir insegura.

A vida é o que importa. Concentre-se nisso. A sabedoria consiste em aceitar nossos limites. Você não tem de experimentar todas as coisas, passar por todas as estradas e conhecer todas as cidades. Isso é loucura, é exagero. Faça o que pode ser feito com o que está disponível. Quer um conselho? Esqueça. Para o seu bem, esqueça o que passou. Tem tantas coisas interessantes para se viver na fase em que está. Coisas do passado não te pertencem mais.

Se você tem esposa e filhos, experimente vivenciar algo que ainda não viveram juntos, faça a festa, celebre a vida, agora você tem mais tempo, aproveite essa disponibilidade e desfrute. Aceitando ou não, o processo vai continuar. Assuma viver com dignidade e nobreza a partir de agora. 

O que importa é o que está dentro de nós, a velha máxima continua atual como nunca: “quem tem muito dentro precisa ter pouco fora”.
Esse é o segredo de uma boa vida.


desconheço a autoria.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Reunião da turma do colégio


Fora o grupo de amigas Clube das Luluzinhas, faço parte de outro, que é formado de amigas de colégio.
Nele se misturam uns 2 ou 3 colégios, mas o resultado é muito bom.

Este ano, resolveram comemorar todos os aniversários (antes, só alguns) e “instituíram” o “envelope da prosperidade”.
O que é isso?
Durante a reunião, passam um envelope onde cada pessoa discretamente coloca algum dinheiro dentro. A quantia que quiser.

Mês passado, foi meu aniversario e na reunião recebi quase 400,00. Bom demais.
Mas, tb se não quisermos participar com dinheiro, pode-se levar ou não um presente.
Tudo bem democrático.
Há poucos dias, fui a uma dessas reuniões, onde comemoramos os aniversários de junho.

Termos colegas/amigas de tantos anos é uma maravilha!!
Vejam.

 Acima, as aniversariantes do mês de junho




Sempre muito bom.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Nosso casamento

Não sei se vocês sabem, mas casei novamente em novembro do ano passado.
Pensei em fazer um post contando um pouco da nossa historia, o grande dia e também mostrar as fotos.
Mas, o tempo foi passando e esqueci.

Trocando e-mails com a Daia do blog “realizando um sonho”, mandei um link com as fotos do casamento e ela pediu para divulgar.
Claro que concordei e há poucos dias ela fez um post, que adorei.

Aqui, com o Juiz de Paz, no grande dia.
Outras fotos, vocês podem ver no post da Daia.
Espero que gostem.