Google+ Followers

terça-feira, 20 de maio de 2014

Amizade.

Acho esta mensagem muito importante, por isso estou repassando.


Um jovem recém casado estava sentado num sofá conversando com seu pai.
Enquanto conversavam sobre a vida, o casamento, as responsabilidades, obrigações, deveres da pessoa adulta, o pai lançou um olhar claro e sóbrio para o filho e disse:
Nunca se esqueça de seus amigos! - aconselhou. Serão mais importantes na medida em que você envelhecer.
Independentemente do quanto você ame sua família, os filhos, você sempre precisará de amigos.
Lembre-se de, ocasionalmente, ir a lugares com eles; divirta-se na companhia deles; telefone de vez em quando....
Que estranho conselho, pensou o jovem. Acabo de ingressar no mundo dos casados. Sou adulto. Com certeza minha esposa e minha família serão tudo o que necessito para dar sentido à minha vida!
Contudo, ele seguiu o conselho de seu pai.
Manteve contato com seus amigos e sempre procurava fazer novas amizades.
À medida em que os anos se passavam, ele foi compreendendo que seu pai sabia do que falava.
À medida em que o tempo e a natureza realizavam as mudanças e mistérios sobre o homem, os amigos sempre foram baluartes em sua vida.
Passados mais de 50 anos, eis que o jovem aprendeu:
O tempo passa.
A vida acontece.
A distância separa....
As crianças crescem.
Os empregos vão e vêem.
O amor se transforma em afeto.
As pessoas não fazem o que deveriam fazer.
O coração para sem avisar.
Os pais morrem.
Os colegas esquecem os favores.
As carreiras terminam.
Mas, os verdadeiros amigos estão lá, não importa quanto tempo nem quantos quilômetros tenham afastado vocês.
Um amigo nunca está mais distante do que o alcance de uma necessidade, torcendo por você, intervindo em seu favor e esperando você de braços abertos, abençoando sua vida.
Quando iniciamos a vida, não sabemos das incríveis alegrias e tristezas que experimentamos à frente, nem temos boa noção do quanto precisamos uns dos outros.
Mas, ao chegarmos ao fim da vida, nós sabemos muito bem o quanto cada um foi importante para nós.

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Ensinamentos da vida


A vida me ensinou a compreender as pessoas, pois uma pessoa é diferente da outra.
A vida me ensinou a respeitar os animais; eles fazem parte da nossa vida.
A vida me ensinou que, muitas vezes, amamos e não somos amados na mesma proporção, mas amar sempre vale a pena.
A vida me ensinou a cuidar da flor; ela é sensível e enfeita o mundo muitas vezes cruel.
A vida me ensinou a estender a mão a quem precisa, mesmo que seja um inimigo.
A vida me ensinou a sorrir: embora esteja com lágrimas nos olhos, o outro pode estar mais triste do que eu.
A vida me ensinou que o sofrimento nos faz mais fortes e, assim, compreender melhor o outro.
A vida me ensinou que, de cada pedra encontrada no caminho, se faça uma escadaria para se chegar ao topo de mais uma realização.
A vida me ensinou que a beleza está no coração, e não na aparência.
A vida me ensinou a compreender os infelizes que não conhecem e nem sabem o
que é o amor.
A vida me ensinou a perdoar aqueles que não são amigos, pois não sabem o significado de amizade.
A vida me ensinou que a solidão é bom para refletir e não para se lamentar.
A vida me ensinou que a essência da vida é o amor.

Realmente nossa vida é uma eterna aprendizagem.