Google+ Followers

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Rio de Janeiro

No próximo sábado, estarei indo, mais uma vez, passar uns dias na cidade maravilhosa. Imaginem ai numa cidade que amo de paixão!! Isso mesmo, amo o Rio de Janeiro.
Lá tudo é lindo, tudo é alegre, sinto uma energia tão boa que é dificil expressar com palavras !!
Vou até confessar uma coisa aqui: nas vésperas de voltar para minha terra, me bate uma tristeza tão grande!!
Sinto-me em casa quando estou por lá.
Sentar num banco na Av. Atlântica e ficar olhando o movimento das pessoas já me faz feliz. Verdade.
Como não estou de férias do trabalho, só ficarei uma semana por lá, mas já dá para matar um pouco da saudade que sinto pelo Rio.




segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Chá de casa

Fui convidada para um chá de casa, que foi bem divertido. Essas reuniões são sempre bem animadas e com muitas brincadeiras. Teve até uma moça contratada que foi nos dar dicas de como "apimentar" a relação, de como sermos mais sensuais...rs.
As mesas dos doces e dos pratos salgados estavam bem decoradas e as comidas deliciosas.
Foi uma tarde bem alegre.



segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Verdadeiro amigo





"Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou descobriu um tesouro. Nada é comparável a um amigo fiel.

Amigo não é apenas um conhecido, colega ou companheiro. Não! Amigo é amigo. Se eu quisesse definir amigo e amizade teria de encontrar as palavras certas e o conceito exato, porque amigo não é uma coisa qualquer.

Um amigo pode nos transformar. E por que nos transforma? Porque antes de tudo o amigo nos ama como somos.

Ele consegue nos corrigir e, muitas vezes, só o amigo é capaz de fazer isto. O que o pai não consegue, o que a mãe não consegue, um amigo consegue fazer. Ele atinge o coração; ele chega naquele lugar em que ninguém consegue chegar.
 
O amigo é capaz de dizer as coisas como elas são, ele consegue nos dizer as verdades que não queríamos ouvir, mas como o amigo é amigo, acabamos ouvindo. Muitas vezes, nos chateamos, afastamos, ficamos sem nos comunicarmos, mas passam as horas, os dias e logo a gente volta atrás, entende, acolhe, se dobra e tudo muda.

Às vezes brigamos, nos revoltamos, mas porque amigo é amigo, não conseguimos ficar longe. A amizade é mais forte que a briga, a revolta e, que bom que é assim! Muitas vezes, só a amizade é capaz de nos dobrar. 
Ter amigos é essencial! Ser amigo é o segredo da vida e da vitória".


Pe. Jonas Abib

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Melhor idade?



Recebi esta mensagem e achei muito bem humorada. Lembrei logo de mostrar aqui.
Vejam:


"A voz em Congonhas anunciou: "Clientes com necessidades especiais, crianças de colo, melhor idade, gestantes e portadores do cartão tal terão preferência etc.". Num rápido exercício intelectual, concluí que, não tendo necessidades especiais, nem sendo criança de colo, gestante ou portador do dito cartão, só me restava a "melhor idade" - algo entre os 65
anos e a morte.
Para os que ainda não chegaram a ela, "melhor idade" é quando você pensa duas vezes antes de se abaixar para pegar o lápis que deixou cair e, se ninguém estiver olhando, chuta-o para debaixo da mesa.
Privilégios da "melhor idade" são: o ressecamento da pele, a osteoporose, as placas de gordura no coração, a pressão lembrando placar de basquete americano, a falência dos
neurônios, as baixas de visão e audição, a falta de ar, a queda de cabelo, a tendência à obesidade e as disfunções sexuais. Ou seja, nós, da "melhor idade", estamos com tudo, e os demais podem ir lamber sabão.

Outra característica da "melhor idade" é a disponibilidade de seus membros para tomar as montanhas de Rivotril, Lexotan e Frontal que seus médicos lhes receitam e depois não conseguem retirar.
Outro dia, bem cedo, um jovem casal cruzou comigo no Leblon. Talvez vendo em mim um pterodáctilo da clássica boemia carioca, o rapaz perguntou: "Voltando da farra, Ruy?". Respondi, eufórico: "Que nada! Estou voltando da farmácia!".
E esta, de fato, é uma grande vantagem da "melhor idade": você extrai prazer de qualquer lugar a que ainda consiga ir.
Primeiro, a aposentadoria é pouca e você tem que continuar a trabalhar para melhorar as coisas. Depois vem a condução.
 Você fica exposto no ponto do ônibus com o braço levantado esperando que algum motorista de ônibus te dê uns 60 anos.
Olha... a analise dele é rápida. Leva uns 20 metros e, quando pára, tem a discussão se você tem mais de 60 ou não.
No outro dia entrei no ônibus e fui dizendo: 
- "Sou deficiente".
O motorista me olhou de cima em baixo e perguntou:
- "Que deficiência você tem?"
 - "Sou broxa!"
Ele deu uma gargalhada e eu entrei.
Logo apareceu alguém para me indicar um remédio. Algumas mulheres curiosas ficaram me olhando e rindo... 
Eu disse bem baixinho para uma delas:
- "Uma mentirinha que me economizou R$ 3,00, não fica triste não"
Bem... fui até a pedra do Arpoador ver o por do sol.
Subi na pedra e pensei em cumprir a frase. Logicamente velho tem mais dificuldade.

Querem saber? Primeiro, tem sempre alguém que quer te ajudar a subir: "Dá a mão aqui, senhor!!!"
Hum, dá a mão é o cacete, penso, mas o que sai é um risinho meio sem graça. 
Sentar na pedra e olhar a paisagem. 
É, mas a pedra é dura e velho já perdeu a bunda e quando senta sente os ossos em cima da pedra, o que me faz ter que trocar de posição a toda hora.
Para ver a paisagem não pode deixar de levar os óculos se não, nada vê.
Resolvo ficar de pé para economizar os ossos da bunda e logo passa um idiota e diz:
 - "O senhor está muito na beira pode ter uma tontura e cair."
Resmungo entre dentes: ... "só se cair em cima da sua mãe"...mas, dou um risinho e digo que esta tudo bem.
 Esta titica deste sol esta demorando a descer, então eu é que vou descer, meus pés já estão doendo e o sol nada.
Vou pensando - enquanto desço e o sol não - "Volto de metrô é mais rápido..."
 Já no metrô, me encaminho para a roleta dos idosos, e lá esta um puto de um guarda que fez curso, sei eu em que faculdade, que tem um olho crítico de consegue saber a idade de todo mundo.
Olha sério para mim, segura a roleta e diz:
 - "O senhor não tem 65 anos, tem que pagar a passagem."
 A esta altura do campeonato eu já me sinto com 90, mas quando ele me reconhece mais moço, me irrompe um fio de alegria e vou todo serelepe comprar o ingresso.
Com os pés doendo fico em pé, já nem lembro do sol, se baixou ou não dane-se. Só quero chegar em casa e tirar os sapatos...
Lá estou eu mergulhado em meus profundos pensamentos, uma ligeira dor de barriga se aconchega... Durante o trajeto não fui suficientemente rápido para sentar nos lugares que esvaziavam...
Desisti... lá pelo centro da cidade, eu me segurando, dei de olhos com uma menina de uns 25 anos que me encarava... Me senti o máximo.
Me aprumei todo, estufei o peito, fiz força no braço para o bíceps crescer e a pelanca ficar mais rígida, fiquei uns 3 dias mais jovem.
Quando já contente, pelo menos com o flerte, ela ameaçou falar alguma coisa, meu coração palpitou.
É agora...
Joguei um olhar 32 (aquele olhar de Zé Bonitinho) ela pegou na minha mão e disse:
- "O senhor não quer sentar? Me parece tão cansadinho!"


Melhor Idade??? Melhor idade é a p.....q.....p......

 



segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Arrumação - roupas de frio.

Há dias vinha pensando em dar uma arrumada nas minhas poucas roupas de frio.
Como moro numa cidade quente, aqui não uso-as.
Servem para quando viajo a algum lugar que esteja fazendo frio.
Tinha uma parte das roupas num lugar e outra parte em outro. Mas desta vez,  juntei tudo, coloquei em sacos transparentes com etiqueta em cima escrito do que se tratava (ex: meias, echarpes, pijama, blusas, etc.) e depois guardei-os no mesmo lugar.
Acho bom quando organizo alguma coisa que há muito desejava.


quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Final da tarde

Existe coisa melhor do que, depois do expediente, reunir pessoas queridas para um cafezinho? Para mim, é uma grande satisfação.
Malu fez mais um café para nós. Como o capricho em tudo que ela faz já é uma constante, nem precisa eu me ater nos detalhes. Basta olhar as fotos e deduzir.




 Uma canja para começar.
 Jogo americano e porta-guardanapo de madeira.
Esta é a anfitriã caprichosa....rs.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Aniversário Ítala.

É sempre muito prazeroso ir à comemorações da familia da Ítala.
O último que estive foi no aniversário dela. A festa foi na cas da filha, Raquel.
Tanto a casa, como as comidas e a decoração estavam tudo muito lindo.
 Teto da sala
Aniversariante




 jantar

 Filé com peras

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Tudo que vicia começa com "C"


Luiz Fernando Veríssimo   


Por alguma razão que ainda desconheço, minha mente foi tomada por uma ideia um tanto sinistra: vícios.

Refleti sobre todos os vícios que corrompem a humanidade. Pensei, pensei e,de repente, um insight: tudo que vicia começa com a letra C!

De drogas leves a pesadas, bebidas, comidas ou diversões, percebi que todo vício curiosamente iniciava com cê.

Inicialmente, lembrei do cigarro que causa mais dependência que muita droga pesada. Cigarro vicia e começa com a letra c. Depois, lembrei das drogas pesadas: cocaína, crack e maconha. Vale lembrar que maconha é apenas o apelido da cannabis sativa que também começa com cê.

Entre as bebidas super populares há a cachaça, a cerveja e o café. Os gaúchos até abrem mão do vício matinal do café mas não deixam de tomar seu chimarrão que também - adivinha - começa com a letra c.

Refletindo sobre este padrão, cheguei à resposta da questão que por anos atormentou minha vida: por que a Coca-Cola vicia e a Pepsi não? Tendo fórmulas e sabores praticamente idênticos, deveria haver alguma explicação para este fenômeno. Naquele dia, meu insight finalmente revelara a resposta. É que a Coca tem dois cês no nome enquanto a Pepsi não tem nenhum.

Impressionante, hein?

E o computador e o chocolate? Estes dispensam comentários. Os vícios alimentares conhecemos aos montes, principalmente daqueles alimentos carregados com sal e açúcar. Sal é cloreto de sódio. E o açúcar que vicia é aquele extraído da cana.

Algumas músicas também causam dependência. Recentemente, testemunhei a popularização de uma droga musical chamada "créeeeeeu". Ficou todo o mundo viciadinho, principalmente quando o ritmo atingia a velocidade. cinco.

Nesta altura, você pode estar pensando: sexo vicia e não começa com a letra C. Pois você está redondamente enganado. Sexo não tem esta qualidade porque denota simplesmente a conformação orgânica que permite distinguir o homem da mulher. O que vicia é o "ato sexual", e este é denominado coito.

Pois é. Coincidências ou não, tudo que vicia começa com cê. Mas atenção: nem tudo que começa com cê vicia. Se fosse assim, estaríamos salvos pois a humanidade seria viciada em Cultura.